domingo, 22 de novembro de 2015

INCERTEZAS DE UM PRESIDENTE BIZANTINO

A futilidade de manter um blog activo manifesta-se com toda a crueza em momentos como este. O mundo está em profundo estado de transformação e a sensação de que algo muito importante está a acontecer sem que ainda saibamos o que é e quais as suas consequências, limita-nos a escrita. Não posso, no entanto, deixar de manifestar que, perante a grandiosidade dos acontecimentos recentes, saber quem será o ministro que nos vai cobrar os impostos é-me absolutamente indiferente. Haver alguém em Belém que arrasta em demasia o processo, entre repastos de bananas, parece-me um exercício grotesco de auto glorificação demasiado bizantino para o meu gosto.
No estupor em que fico, agravado pela eliminação do Benfica da Taça, encosto a cabeça à janela para ouvir a música da chuva tarimbolando nas vidraças, e descubro que hoje é o dia de Santa Cecília, padroeira da música. Por isso, à falta de melhor prosa, aqui deixo a belíssima escultura de Stefano Maderno que tive ocasião de ver, junto ao actual túmulo de Cecília na basílica de seu nome construída sobre a sua casa no bairro romano de Trastevere. A escultura representa a forma como o seu corpo incorrupto foi encontrado nas catacumbas de São Calisto 1400 anos após a sua morte. Cecília foi martirizada por ser cristã. Depois foi decapitada, “benesse” concedida por ser patrícia romana.

7 comentários:

  1. Curioso João também já tive esse pensamento.
    Que raio ando eu aqui a fazer com fotografias e com a mania que faço alguma coisa de jeito, quando parece que todos temos uma espada sobre a cabeça?!
    Voltei ao meu estado pouco lúcido e pensei, vou alterar os meus hábitos porquê?
    Pouco ou nada posso fazer.
    Não fazia ideia que hoje era o dia de Santa Cecília, aprendo sempre aqui alguma coisa.
    Quanto aos outros dois assuntos, o de ontem custa-me bem mais que o outro. O outro já sei que vou pagar, quero lá saber quem são os cobradores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto pouco ou nada podemos fazer além de tentar manter a lucidez e empurrar a vida para a frente.

      Eliminar
  2. Compartilho a sua dor e os seus restantes pensametos... E hoje, tal como o "João" também ouvi música, mas infelizmente tive o "prazer" de ouvir um "concerto" à mesa, na hora do almoço. Então porque me eide importar com todo o resto?!?... Saudações e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Jorge, ao almoço não se deve levantar os olhos do prato! Se é que entendi o teu concerto?! Vê lá é se vais trabalhar que eu preciso de alguém que ponha ordem naquela sala...!

      Eliminar
  3. Tempos complicados sim, até para os benfiquistas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Luís Eme,
      Eu sou um ingénuo e ainda acredito que no fundo são todos bons rapazes. Por isso acredito que até os adeptos do Sporting sentem alguma pena do Benfica!

      Eliminar