quarta-feira, 8 de maio de 2013

OS EXAMES DA SEMANA

 
 
 
          O exame de português do 4º ano foi um encantamento. Os miúdos, entre o ranho limpo à manga da camisa e a emoção de estarem na escola dos grandes, assinaram atestados de honra que nem políticos em campanha eleitoral. Estão uns homenzinhos e umas mulherzinhas os nossos miúdos, a ler Hans Christian Andersen e a história da sereiazinha em águas azuis como as pétalas de uma centáurea, e artigos científicos que falam de expedições submarinas ao largo da costa portuguesa, entre anémonas cor-de-rosa e peixes azuis escondidos em recifes de corais vermelhos (?). Tudo isto confirmado por uma senhora, Estibaliz Berecibar (o susto que devem ter apanhado, coitadinhos…), que se maravilhou com os corais cor-de-rosa e lilás! A bióloga, com nome de medicamento, mostrou-se no entanto desapontada pela falta de ouriços e estrelas-do-mar (estavam todas no Big Brother vip) e nada disse sobre a galinha bicéfala em que se transformou o governo, julgando ser águia imperial, nem confirmou se entre os peixinhos azuis se encontravam dragões marinhos escondidos nos corais vermelhos das águas profundas das Berlengas.

Dizem que os miúdos andam stressados com os exames, e as avós trazem o nome de Jesus a pipilar no tremular dos lábios. A verdade, nua e crua, é a ansiedade em que todos andamos para saber, no próximo Sábado, qual o lugar que devia ter sido reservado: a estátua do marquês ou a avenida dos aliados. É que a nossa capacidade de maravilhamento não vai além das papoilas saltitantes ou das miosótis rastejantes, tão azuis como as belas centáureas, e quando mete águias, bicéfalas ou não, e dragões, marinhos ou fluviais, o encantamento só termina na Alfa centauro.



2 comentários: